"Dançar...é expressar com o próprio corpo, o que vai dentro da alma." Lillá Santanna.

Dançar...é expressar com o próprio corpo, o que vai dentro da alma. Lillá Santanna

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

MIKHAIL BARYSHNIIKOV




Suas habilidades impressionaram o público, e seus saltos atigiam 3 metros de altura.
"Não tento dançar melhor do que ninguém. Tento apenas dançar melhor do que eu mesmo, Mikhail Baryshnikov


          Considerado o melhor bailarino do mundo, Baryshnikov nasceu no dia 27 de janeiro de 1948 em Riga, Letônia (filho de pai mecânico e mãe costureira). Resolveu ser bailarino meio tarde (tive minha primeira aula de ballet aos 12 anos, quando em geral se começa aos 8), mas quando tinha 15 anos, foi aceito pelo balé de Leningrado e aos 18 fez sua estréia profissional com o famoso Ballet Kirov, dançando Giselle. No dia 30 de junho de 1974, enquanto excursionava pelo Canadá com o Bolshoi, resolveu fugir da Rússia, indo para o Canadá e depois para os Estados Unidos, onde quase de imediato se transformou no bailarino mais disputado e caro do mundo. Seu nome tem sido ligado, romanticamente, ao de muitas mulheres famosas: Liza Minelli, Bianca Jagger, Shirley MacLaine, Jessica Lange, Jackie Onassis, Leslie Browne, Gelsey Kirkland (considerada a melhor bailarina norte-americana). Enquanto Misha (gosto muito deste apelido que me deram) admite que teve caso com algumas delas, diz que não é feliz, apesar de toda sua fama e riqueza. Continua um solitário em seu país adotivo (às vezes fico melancólico, me sinto muito russo) e vive sozinho com seu poodle La Goulue numa cobertura de Nova Iorque. Muita gente pensa que Misha estreou no cinema em Momento de Decisão (não é verdade, fiz um filme na Rússia, Fiesta, baseado no conto de Hemingway). Hoje recebe propostas diárias para fazer outros filmes e parece que acabará aceitando o papel central de Nijinsky, que o diretor Herbert Ross está preparando para 79. Bebe e fuma demais, tem paixão por discotecas e comida chinesa, Mozart e musicais da Brodway.

       Baryshnikov tem uma filha, Aleksandra Baryshnikova (nascida em 1981), a partir de um relacionamento anterior com a atriz Jessica Lange. Quando Baryshnikov e Lange se conheceram, ele era capaz de falar muito pouco Inglês, e eles tiveram de se comunicar usando francês. Baryshnikov está atualmente em uma longa relação com a ex-bailarina Lisa Rinehart, e eles têm três filhos: Sofia, Anna, e Peter.



"O ballet clássico é para jovens. O que mais me fascina na dança contemporânea é a possibilidade de interpretar a nossa própria idade".

video
             BARYSHNIIKOV EM DON QUIXOTE         



Mikhail Baryshnikov no Twyla Tharp de Pergolesi (1993). Originalmente um dueto de Baryshnikov e Tharp. Tharp retrabalhada a peça em um solo de Baryshnikov, que atuou com a White Oak Dance Project.
  
  
Em 1998 surpreendeu o público com um espectáculo de criações contemporâneas.
          

Revolucionou o ballet clássico devido à sua técnica de saltos e aos passos que fazia ainda no ar.
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário